Pular para o conteúdo
visao

Parece, mas não é: o que tem por trás da ilusão de ótica

Existem imagens ou figuras que, dependendo do ângulo em que olhamos, ou até mesmo da forma em que visualizamos, apresentam diferentes formatos. É a chamada ilusão de ótica. E para conseguir tal feito, as pessoas utilizam dois tipos de elementos: claros, que são aqueles que a gente vê logo no início e os chamados elementos surpresa, que aparecem à medida em que passamos a observar com mais atenção a imagem.

A ilusão de ótica no dia a dia

Ao longo de nossa rotina, passamos por diversas situações em que a ilusão de ótica aparece. E uma delas é a televisão. Isso porque o objeto é um conjunto de imagens estáticas que parece se movimentarem ao serem apresentadas rapidamente. O que monta todas essas imagens é o nosso cérebro, que consegue visualizar essas figuras de forma lenta.

Exemplos não faltam

São diversas as imagens que podem mostrar o poder do nosso cérebro diante da ilusão de ótica. Veja só:

Ilusão de otica

Quando olhamos para a chamada Hermann Grid, percebemos umas manchas escuras nos espaços entre os quadros. Porém, quando olhamos para essas frestas, as manchas somem. Faça o teste!

Parece loucura, mas esse é um exemplo clássico da ilusão de ótica, isso porque a sua mente está sendo enganada para ver o que não existe. As manchas escuras aparecem pelo fato da imagem induzir ao efeito da inibição lateral. Por conta da cor forte que aparece em nossa visão periférica, as células fotorreceptivas localizadas na retina dos olhos ficam confusas e acabam por criar pontos que não existem.

Outro exemplo de ilusão de ótica

Ilusão de otica

Você acha que as bolas laranjas possuem o mesmo tamanho? Antes de darmos a resposta correta, vamos te ensinar sobre a chamada Ilusão de Ebbinghaus. O nosso cérebro faz uma espécie de julgamento a respeito do tamanho das coisas usando como referência os objetos adjacentes, mas isso pode ser muito bem manipulado. Portanto, o tamanho das bolas ao redor do item principal (laranja) pode modificar a nossa percepção.

A resposta? Pois é… Os círculos laranjas são, na verdade, do mesmo tamanho. Incrível, certo? O nome disso: ilusão de ótica!